quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Peru - e o sonho vira realidade (parte I)

Gracias, Pachacutek!
Sonho que se sonha só
É só um sonho que se sonha só
Mas sonho que se sonha junto é realidade

(Raul Seixas)










Desde a adolescência sonho com viagens inesquecíveis, aventuras incríveis, novos amigos, línguas diferentes, comidas exóticas.

Um dia conheci um menino lindo e começamos a compartilhar toda essa gana de viver a vida. Juntos, rimos, choramos, vibramos, bebemos, comemoramos e aprendemos.

E, juntos, mais uma vez, pudemos viver essa deliciosa aventura de conhecer dois países, Bolívia e Peru, e claro, a fantástica e lendária Machu Picchu, em julho de 2009.

O planejamento contou com a ajuda fundamental do site Mochileiros, onde é possível ler vários relatos de pessoas que viveram a mesma aventura.




Bar Positive Vibration em Puno, primeira cidade que conhecemos no Peru, logo que cruzamos a fronteira, chegando da Bolívia. Fica no peatonal principal da cidade, lugar super alto astral. Aí pudemos tomar uma cerveja super gelada ao som de ninguém menos que Gilberto Gil cantando reggae (KAYA N'GAN DAYA).



Já em Cuzco, decidimos nos aventurar pelos botecos da cidade especializados em servir os próprios peruanos e não os turistas. Experimentamos uma costelinha deliciosa de porco frita com batata doce frita e para acompanhar cerveja gelada. Essa aí ao lado é uma meia porção.







Leia mais: 


*Todas as fotos são de Neblina Orrico/Ruthiere Carrijo. Peça autorização para usar. Obrigado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário