quinta-feira, 13 de junho de 2013

A Praia do Forte é ótima com criança pequena - veja dicas do que fazer e onde ficar


Família Lindezos!
Se você procura uma praia para ir com criança, a melhor pedida é a Praia do Forte, na Bahia. Lugar tranquilo, bonito, organizado e com toda a infra-estrutura para levar os filhos ou aproveitar a dois. Nós fomos com a nossa pequena de 4 meses, em março de 2013, e foi show de bola!

Ficamos na pousada Tatuapara, que é ótima, bonita, limpa e tem toda a infraestrutura pra crianças. Disponibilizou berço no quarto, banheira e até carrinho de bebê. A pousada é muito bem cuidada e o café da manhã é muuuito bom (pãezinhos deliciosos, sucos, comidas típicas como cuscuz de tapioca e banana frita...), bem localizada, pois da frente da pousada se vê o mar e o início da Alameda do Sol - 50 metros no máximo.

As piscinas que se formam nas praias são ideais para as crianças, pois a água fica morninha, o que deixa os pimpolhos com vontade de ficar mais tempo na água. Na maré baixa, os peixinhos ficam ali, nadando junto com a gente, na água transparente. Lindo!

A vila é linda, o calçadão da Alameda do Sol mescla casas de moradores (que ainda resistem às mudanças) com diversas lojinhas - inclusive de grifes famosas - oferecendo ao turista várias opções para compras. À noite, passear no calçadão e comer uma tapioca feita na hora, no meio da praça, - na Casa de Farinha - é uma opção ótima.

A alta gastronomia também reina por ali. Tem restaurante pra todos os gostos. Os preços são meio salgados, mas você encontra alternativas como o "Point da Lú". Comida baiana gostosa e bem servida. Pagamos R$ 12 em um PF.
Bolinho de peixe do Bar do Souza. Delícia!

Também aprovamos o famoso bolinho de peixe do Bar do Souza, delícia que vale a pena, você pede por unidade e aproveita para saborear com uma cerveja bem gelada.

A surpresa gastronômica da viagem ficou por conta da Pizzaria 7 Pizzas! Simplesmente foi a melhor pizza que já comemos na vida!!! Que delícia! Vale a pena. Nós experimentamos a de abobrinha com queijo branco e valeu a pena. O local é meio rústico, meio chique, com um ótimo atendimento.

Nas piscinas mais afastadas da praia central não tem muitas opções. Só dá pra encontrar água de coco, água mineral e cerveja. Tudo gelado. Nos fins de semana e feriados, uma baiana arma a barraca na praia e vende um acarajé delicioso por R$ 6. Além disso, você também pode alugar cadeiras e guarda-sóis, o que facilita a vida, já que não é preciso sair carregando esses trambolhos pela praia.

A gente andava, no máximo, uns 500 metros depois da praia principal e já chegava no lugar onde as piscinas eram mais bacanas, com peixinhos, estrelas do mar e um visual de tirar o fôlego. Pra quem vai com criança, bolsa, enfim, todo o 'pacote', praia boa e perto de onde você está hospedado é o melhor dos mundos!

Na volta, com o sol quente da Bahia mais quente ainda, pegávamos um bicitáxi, uma bicicleta adaptada, parecida com uma charrete. Guiada por moradores, uma corrida de bicitáxi custa, em média, R$ 15. O melhor é que eles te levam da praia direto para a piscina refrescante da pousada.

Na Praia do Forte também está sediada uma das unidades do Projeto Tamar, uma entidade especializada na preservação de tartarugas marinhas na Costa Litorânea da Bahia. O local pode ser visitado diariamente, das 9h às 17h30. No verão, o período de funcionamento é ampliado das 8h30 às 19h. Nós fomos e gostamos. Mas, acho que as crianças ficam mais empolgadas que os adultos.

Gostamos de tudo, é uma praia que voltaríamos com certeza, principalmente com a Duna.

Como e quando ir: A melhor época é o verão. Fomos no fim de março e foi sol de rachar a cabeça o tempo todo. De carro, o percurso, partindo do aeroporto de Salvador, é de cerca de 50 quilômetros. A praia é um distrito do município de Mata de São João, na região metropolitana da capital. A pista é dupla na maior parte do trajeto, bem conservada e a paisagem é convidativa ao longo da BA-099 (Estrada do Coco), que dá acesso ao Litoral Norte da Bahia. Pagamos R$ 140 no transfer.

Sombra e água fresca!

Veja mais viagens com a Duna: 



*Todas as fotos são de Neblina Orrico/Ruthiere Carrijo. Peça autorização para usar. Obrigado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário