segunda-feira, 15 de julho de 2013

Montevidéu, Punta y Colônia - Uruguay ou A Primeira Viagem Internacional da Duna - março de 2013


Casa Pueblo em Punta Del Este
 O Uruguai é um país lindo. Pequeno, aconchegante, igual a casa da gente. Por isso, foi escolhido para ser o primeiro destino internacional da nossa lindeza, a Duna. Antes da minha licença maternidade acabar, tínhamos de dar uma viajada por aí.

Os destinos escolhidos foram Montevidéu, Punta del Leste e para fechar com chave de ouro, Colônia del Sacramento (fundada por portugueses em 1730).
Asado de Tira


Chegamos num sábado frio em Montevidéu. Como estávamos com a nossa bebê de 7 meses, as atividades se concentravam das 10h às 18h. Caminhamos muito pela capital uruguaya. O centro antigo é lindo, com prédios clássicos, cafés charmosos, o famoso Teatro Solis e o Mercado do Porto, onde é possível comer muito bem o famoso churrasco uruguaio. Na foto, o famoso Asado de Tira, que é a nossa costela bovina com um corte diferente, que deixa a carne super macia. Lá você pode experimentar também cortes diferentes, como o Ojo de Bife e o ‘Asado de Molejas’, onde é possível comer rim, intestinos, linguiça de sangue (morcilla) e chinchulines (intestino). Gostoso, mas não para ser o prato principal. Também experimentamos a deliciosa provoloneta, um provolone assado na brasa que fica delícia!


Plaza Independencia
No quesito gastronomia, Montevidéu tem muitas opções. Gostamos mais das medialunas (no Medialunas Calentitas), do asado de tira, do alfajor do Havana Café, dos churros fininhos (tipo o do Chávez), do cortado (café com leite) e do capuchino diferente que eles servem por lá. Também é possível comer panchos (cachorro quente) e o famoso Chivito (um tipo de x-tudo uruguaio).


Duninha aproveitando Montevidéu
Depois de 5 dias aproveitando Montevidéu, alugamos um carro e fomos para Punta Del Este. Presenteados com um belíssimo sol e um céu azul, deu para aproveitar a praia, apesar do frio. Almoçamos no restaurante hipster La Huella, comida boa, paisagem lindíssima, vale a pena. Também conhecemos a famosa ponte ondulada, caminhamos pela orla nos elevadiços de madeira e aproveitamos o fim de tarde nos restaurantes do cais do porto. Lugar lindíssimo, gente bonita e alto astral. Se no inverno, achamos tudo lindo, imagino que no verão a cidade ferve.Escolhemos a tarde de domingo para conhecer a Casa Pueblo, uma casa escultura viva de onde foi possível ver o mais belo por do sol do Uruguai. Construída e decorada pelo artista uruguaio Carlos Páez Vilaró, a casa abriga um museu, uma galeria de arte e um hotel chamado Hotel Casapueblo que fica dentro da estrutura. A localização exata é Punta Ballena, próximo de Punta del Este.
Ponte Ondulada em Punta

Atração à parte também são as casas de veraneio nos bairros mais nobres de Punta. São casas lindas e todas têm nome! Adorei ‘Las Nubes’ e “Aqui quedamos’.

Nossa última parada foi Colônia Del Sacramento, uma cidade super especial. Ruas de pedra, carros antigos, arquitetura colonial. Assim é Colônia, cidade uruguaia que fica a 30 minutos de barco de Buenos Aires. A melhor pousada de toda a viagem foi lá: Posada Las Terrazas. Muito linda, desenhada e aconchegante. Ótimo café da manhã e uma piscina com borda infinita para admirar. Ficava a três minutos do melhor restaurante da viagem inteira: o Buen Suspiro, en la calle de los Suspiros. Perfeito! Mistura de vinhos muito bons com comida muuuito boa. Ótimo atendimento, explicações a respeito dos vinhos e sugestões a respeito de qual ordem seguir na degustação dos queijos antes de experimentar. No início achamos engraçado o garçom querer orientar o quê comer primeiro, mas seguindo os conselhos dele pudemos ter experiências sensoriais ‘exquisitas’ nas duas vezes que lá estivemos.



Calle de los Suspiros, de dentro do Buen Suspiro


*Todas as fotos são de Neblina Orrico/Ruthiere Carrijo. Peça autorização para usar. Obrigado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário