segunda-feira, 30 de março de 2015

Frutillar, o jardim da Patagônia chilena

Boa música na beira do lago Llanquihue
Quer conhecer uma cidadezinha simpática, cheia de flores, na beira de um lago gigante e com vista para vários vulcões? Frutillar, no sul do Chile é assim! 

Nosso mochilão pela Patagônia chilena começou pela simpática cidade de Puerto Varas, onde estávamos hospedados. Alugamos um carro para ficar mais fácil o deslocamento pelas cidades e atrações próximas, já que a região é conhecida pelos exuberantes vulcões, parques e cidadezinhas lindas na beira de lagos com água cristalina e gelada - como o vulcão Osorno, o lago Llanquihue e a bela Frutillar. 


Na beira da estrada

Margeando esse grande lago, existem lindas cidadezinhas fundadas por imigrantes alemães que povoam o sul do Chile desde o século XIX. Frutillar é uma delas. A cidade é conhecida como cidade da música - pelos famosos festivais de jazz e de música clássica que acontecem, principalmente no verão - ou como a jóia do sul do Chile - por ter uma das mais belas vistas. Pra gente, Frutillar é um jardim que merece ser visitado.


Teatro del Lago: onde os festivais de música acontecem

O caminho de Puerto Varas até Frutillar é magnífico. Boa estrada, tranquila, bem sinalizada e com um visual incrível entre casas de campo, gado pastando, florestas preservadas, o lago, o vulcão... vale a pena demais fazer esse caminho. O melhor é ir com tempo, para pegar a estrada que margeia o lago. Fizemos esse trajeto num dia super tranquilo, bonito, ensolarado. 


O lago e o vulcão
Escolhemos passar o dia em Frutillar Bajo, que é a parte da cidade que fica na beira do lago. Ótimo lugar para passar o dia, principalmente no verão e com crianças. Ruas tranquilas, bem organizadas e cheias de flores. Por todos os lados.

Tem até piano na orla
A cidade tem várias "praias" - de areia muito preta, mas com água transparente, ótima opção para quem se arrisca a tomar um banho gelado, admirando o vulcão Osorno ao fundo. Os cumes dos vulcões Tronador e Pontiagudo também podem ser vistos no horizonte.

Ruas tranquilas e floridas
Se você quiser se esquentar depois de curtir uma praia, existem vários cafés - ou “casas de té”. Imprescindível é provar o tradicional Kuchen, torta alemã conhecida como "cuca" no Brasil.

Fazer a visita guiada pelo Teatro del Lago também é um passeio que deve estar no seu roteiro. Esse teatro, que por si só já é um espetáculo, fica praticamente dentro do lago, numa construção imponente, com a espetacular vista para o Osorno. 

Na orla também há parques para crianças, esculturas, pergolados... é tudo muito bonitinho. Ótimo para fotos e para descansar. Fizemos um piquenique e estava tão agradável que passamos quase o dia todo por lá... é pequenininho o lugar, mas muuuito agradável. 

Muitos bares e restaurantes para atender os turistas e os locais que decidem dar uma volta no verão. Em janeiro o movimento pela cidade é grande... creio que durante o festival de música, que ocorre por lá nessa época, a cidade fique ainda mais agitada.

De Frutillar seguimos em direção à Puerto Octay, mas no caminho havia o restaurante Espantapajaros e acabamos ficando o final da tarde por lá mesmo. 

Rancho Espantapajaros
O restaurante tem uma área externa muito legal para as crianças com brinquedos, um caminho com vários tipos de obstáculos e texturas para despertar os sentidos, animais como llamas, cabras e bodes, parquinho e tal… além daquele espetacular visual dos vulcões Osorno, Pontiagudo e Calbuco. 

Se você estiver com criança, o Espantapajaros é o lugar certo para almoçar e passar um fim de tarde. O restaurante é um pouco caro, mas funciona com um sistema de buffet livre, com comida de verdade, churrasco (tem até cordeiro), muitas frutas, deliciosas sobremesas e bebidas liberadas – refrigerante, sucos, vinho e um delicioso chopp.

Leia mais:


Nenhum comentário:

Postar um comentário