sábado, 12 de novembro de 2016

Noroeste argentino em família: a descoberta das "quebradas" mais sensacionais dessa nossa América Latina

Caminhando para o sítio arqueológico Pulcara de Tilcara
Foi curioso viajar 15 dias pelo noroeste da Argentina e encontrar, apenas no último dia, um grupo de brasileiras, no caso três mochileiras. Em todos os outros cantos da Argentina, onde já estivemos  - Patagônia, Buenos Aires, Bariloche, Ushuaia, encontramos/conversamos ou ouvimos aquele burburinho típico de nosotros, brasileiros.


Aprendendo a tirar foto com a GoPro
Outra constatação que fizemos durante essa aventura pelos Andes: em português, existe pouquíssima informação sobre essa parte do mundo, conhecemos muito pouco dessa região tão linda, com rica gastronomia, excelentes vinhos, povo super simpático, cultura e história pra lá de interessante e ainda por um preço muito em conta. 

Ficou a impressão de que o Brasil ainda não descobriu os departamientos (estados) argentinos de Jujuy e Salta.
Deserto de sal - Salares Grandes (Jujuy/Salta)
Como não são muitos brasileiros se aventurando por aquelas bandas, organizar um roteiro para essa viagem não foi muito fácil. 

Então, dando início à nossa séria de posts sobre nossas mais recentes aventuras, vamos fazer um resumo sobre o planejamento de nossa trip. Ao final, deixo uma lista de alguns blogs que visitei e gostei... muitos desses blogs, argentinos.

Dessa vez, nossa viagem ficou restrita a alguns poucos dias (3) em Buenos Aires e aos estados de Jujuy, que faz fronteira com a Bolívia e é caminho à San Pedro de Atacama (Chile) pelo Paso Jama, e Salta, um lugar espetacular, nesses dois últimos estados ficamos mais 15 dias.

Em Jujuy, as principais cidades/povoados são: Humahuaca, Tilcara, Purmamarca; Outros lugares que geralmente são visitados em um bate volta desde algumas dessas cidades são: Iruya, Maimara, Uquia. Passamos também por Huacalera, e tal. Pra conhecer essas quebradas, escolhemos nos hospedar em Tilcara – leia aqui o porquê.
Formações rochosas embelezam o caminho

Em Salta (Estado) as principais cidades/povoados são: Cafayate, Cachi, Santo Antonio de Los Cobres e a capital de mesmo nome; Outros que geralmente são visitados em um bate volta: Molinos, Payogasta. Nessa parte, dividimos nossa hospedagem entre Cafayate, Cachi e a capital Salta, ao longo das postagens você vai entender melhor o porquê.


Salta, la linda - vista do bondinho
Melhor Época para ir:
Nossa viagem ocorreu em outubro/2016 e digo que a melhor época do ano para visitar a região não deve ser nem o verão nem o inverno. 

Chegamos a experimentar o vento e o frio da região e sensação térmica de 1ºC em Tilcara. Em Cachi e Salta, no entanto, passamos um calorão perto de 35º. 

Então, imagina como deve ser o inverno??? Frio, muito frio. Mas, pior ainda deve ser o verão, pois além do calorão, nessa época, a pouca chuva que cai (algumas pessoas de lá nos disseram que chove entre 6 e 8 vezes por verão - mas, não são chuvas comuns, e sim verdadeiras tempestades) pode inviabilizar alguns passeios, como por exemplo, o Tren a las Nubes.


Nosso roteiro ficou assim:

Brasília – Buenos Aires (2 noites)
Buenos Aires – Salta (aluguel do carro)
Salta – Tilcara (4 noites)
Tilcara – Cafayate (4 noites)
Cafayate – Cachi (3 noites
Cachi – Salta (4 noites)
Salta – Buenos Aires (1 noite)
Buenos Aires – Brasília 


Quebrada de Humauaca à direita - parece um longo caminho

Acompanhe aqui todas as postagens de mais essa aventura:


Lista de blogs argentinos onde pesquisamos:


http://elcocoliche.blogspot.com.br/2015/09/dia-6-el-viaje-imposible-cachi-y-salta.html

http://lallamada.net/argentina/unicos-coptaca-y-hornocal.html

http://mundoavolta.com/dicas-tilcara/

http://acrobatadelcamino.com/2014/03/salta-quebrada-de-cafayate-valles-calchaquies-ruta40/





Nenhum comentário:

Postar um comentário